Torquímetros

Imagem

Produto

Características

Preço

Chave de torque micrômetro TEKTON

‎Material: Liga de aço

Torque: 108,5 Nm

Chave de torque Drlve SATA

Material: Liga de aço

Torque: 30 Nm

Chave de torque tw 6.2 Part Tool

Material: Alumínio

Torque: 60 Nm

Chave de torque Digital SUGPV

Material: ‎Plástico industrial ABS

Torque: 30 Nm

Review das Chaves de Torque

1 - Chave de torque micrômetro TEKTON

Torquímetro de Acionamento de 9,5 mm, um kit completo que inclui a chave de torque, um estojo de armazenamento, além do manual do produto com tabela de conversão de torque. Com um clique audível e perceptível, essa chave emite um sinal quando o valor predefinido é alcançado, garantindo a precisão nas aplicações. Sua escala dupla de alto contraste é marcada permanentemente, permitindo uma leitura fácil mesmo em condições de pouca luz. A cabeça de catraca reversível funciona em ambas as direções e mede o torque no sentido horário. Construído com uma estrutura durável toda em aço, esse torquímetro não possui peças de plástico que possam quebrar ou desgastar. 

  • ‎Material: Liga de aço
  • Torque: 108,5 Nm

2 - Chave de torque tw 6.2 Part Tool

Torquímetro TW-6.2, equipado com um prático sistema de clique de ajuste de discagem, permitindo que você pré-define o torque desejado entre 10 nm e 60 nm, com incrementos de 0,25 nm. Com um encaixe de unidade de 3/8″ e um comprimento de 38 cm (15″), ele oferece boa alavancagem para facilitar o trabalho. Esse torquímetro é idealmente compatível com o conjunto de soquetes e brocas SBS-3, proporcionando uma combinação de ferramentas. Além disso, ele vem com uma capa protetora para um armazenamento seguro. O Torquímetro TW-6.2 é coberto por um período de garantia de um ano do fabricante.

  • Material: Alumínio
  • Torque: 60 Nm

3 - Chave de torque Drlve SATA

A estrutura é totalmente em aço, garantindo resistência e durabilidade. Com uma precisão de +/-4%,. A legibilidade é facilitada por ajustes rápidos de fácil leitura. A operação é simples e prática, graças à cabeça de catraca de liberação rápida. Com um torque de 30NM, você tem a força necessária para diversas aplicações. 

  • Material: Liga de aço
  • Torque: 30 Nm

5 - Chave de torque Digital SUGPV

Torquímetro com um design mini, fácil de transportar e ocupando pouco espaço. Ele oferece medição precisa de torque de 0,66 a 25 pés-lbs, com uma precisão de 2% no sentido horário e 2,5% no sentido anti-horário, com uma resolução de 0,04 pés-lb. Possui um grande visor LCD que exibe as medidas em N-M, kgf-cm, lbf-ft e lbf-in. Além disso, possui 2 modos de medição: modo em tempo real e modo de pico, com capacidade de memória para 9 valores predefinidos. Defina o torque desejado e o indicador LED e o sinal sonoro fornecem um feedback audível quando o torque alvo é atingido. Fácil de usar, conta com desligamento automático para economia de energia. Essa chave de torque digital é construída com materiais de boa qualidade, como aço e plásticos industriais ABS, tornando-a resistente a óleo e solventes e capaz de operar em condições difíceis. Atendendo ou excedendo os padrões ASME B107.14-2004 e ISO 6789, essa ferramenta é durável e não requer calibração, pois é pré-calibrada de fábrica

  • Material: ‎Plástico industrial ABS
  • Torque: 30 Nm

Orçamento sem Compromisso

Melhores Torquímetros

Um torquímetro é uma ferramenta utilizada para medir e controlar o torque aplicado em parafusos, porcas e outros elementos de fixação. Ele é essencial para garantir o aperto adequado e preciso desses elementos, evitando apertos excessivos que podem danificar as peças ou apertos insuficientes que podem resultar em solturas.

O torquímetro é composto por um cabo ou alavanca que permite ao usuário aplicar força de forma controlada. Ele possui um mecanismo interno que mede o torque aplicado e exibe a leitura em uma escala graduada, mostrador analógico ou visor digital. Dessa forma, o operador pode ajustar a força aplicada de acordo com as especificações técnicas recomendadas pelo fabricante.

Os torquímetros estão disponíveis em diferentes tipos e modelos, como torquímetros manuais, eletrônicos, hidráulicos e pneumáticos. Cada tipo tem suas próprias características e aplicações específicas. Além disso, os torquímetros também possuem faixas de torque diferentes para atender a uma variedade de necessidades de aperto.

Para que serve um torquímetro?

Um torquímetro serve para medir e controlar o torque aplicado em parafusos, porcas e outros elementos de fixação. Ele desempenha um papel fundamental em várias áreas, incluindo:

Precisão de aperto

O torque adequado é essencial para garantir que os parafusos e porcas estejam devidamente apertados. Um torque insuficiente pode resultar em conexões frouxas, levando a vazamentos, mau funcionamento ou até mesmo a desmontagem das peças. Por outro lado, um torque excessivo pode danificar as roscas, as peças ou levar ao rompimento dos parafusos. O torquímetro permite que o operador ajuste o torque com precisão, evitando problemas causados por apertos inadequados.

Segurança

Em muitas indústrias, como automotiva, aeroespacial e construção, a segurança é de extrema importância. O uso de um torquímetro garante que os elementos de fixação estejam corretamente apertados, minimizando o risco de falhas ou acidentes decorrentes de conexões soltas ou excessivamente apertadas. Isso é especialmente crítico em componentes que lidam com altas cargas, vibrações ou ambientes hostis.

Conformidade com especificações

Muitos fabricantes estabelecem especificações técnicas para o torque de aperto de seus produtos. O uso de um torquímetro permite que os operadores atendam a essas especificações, garantindo que os produtos sejam montados corretamente e funcionem conforme projetado. Isso é particularmente importante em setores como o automotivo, onde a montagem precisa e padronizada é essencial para garantir a qualidade e o desempenho dos veículos.

Prevenção de danos

Ao aplicar torque excessivo, as roscas podem ser danificadas, os parafusos podem quebrar e as peças podem sofrer deformações. O torquímetro ajuda a evitar danos causados por apertos excessivos, permitindo que o operador aplique o torque correto dentro das faixas recomendadas pelo fabricante. Isso prolonga a vida útil das peças e evita custos adicionais com reparos e substituições.

Rastreabilidade e documentação

Em muitas indústrias, é necessário documentar o torque aplicado em determinadas conexões. O torquímetro fornece uma forma confiável de registrar e rastrear o torque utilizado em diferentes aplicações. Isso é especialmente importante em setores regulamentados, onde a conformidade com padrões e normas é essencial.

Tipos de torquímetro

Torquímetros de Estalo

Os torquímetros de estalo são uma opção popular para apertos precisos. Mostraremos como eles funcionam e como ajustar corretamente o torque desejado. Além disso, discutiremos as limitações desse tipo de torquímetro e quando é preferível utilizar outros tipos.

Torquímetros Digitais

Os torquímetros digitais são uma evolução tecnológica que oferece recursos avançados de medição e registro de dados. Vamos destacar as vantagens desse tipo de torquímetro e explicar como usá-lo corretamente para obter resultados confiáveis.

Torquímetros de Vareta

Os torquímetros de vareta são ferramentas simples e eficazes, amplamente utilizadas em diversas aplicações. Neste tópico, explicaremos seu funcionamento básico e como utilizá-los para obter apertos adequados.

Como escolher o melhor torquímetro

Escolher o melhor torquímetro requer considerar diversos fatores para garantir que a ferramenta atenda às suas necessidades específicas. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a fazer a escolha certa:

Faixa de torque

Verifique a faixa de torque do torquímetro para garantir que ela abranja os valores necessários para suas aplicações. Considere os valores mínimos e máximos de torque que você precisará medir e escolha um torquímetro que os englobe.

Precisão

A precisão é um aspecto crucial ao escolher um torquímetro. Verifique a precisão declarada pelo fabricante e certifique-se de que atenda aos requisitos de precisão necessários para o seu trabalho. Uma precisão mais alta é especialmente importante em aplicações críticas que exigem tolerâncias muito estreitas.

Tipo de torquímetro

Existem vários tipos de torquímetros disponíveis, como manuais, eletrônicos, hidráulicos, pneumáticos, entre outros. Considere o tipo que melhor se adequa às suas necessidades e às características da aplicação. Por exemplo, um torquímetro eletrônico pode ser mais adequado para trabalhos que exigem registros precisos de dados.

Tamanho e peso

Considere o tamanho e o peso do torquímetro, especialmente se você precisar transportá-lo com frequência ou usá-lo em áreas de difícil acesso. Um torquímetro leve e compacto pode ser mais conveniente em certas situações.

Mecanismo de leitura

Verifique se o torquímetro possui um mecanismo de leitura fácil e claro, seja uma escala graduada, mostrador analógico ou visor digital. Um mecanismo de leitura legível facilitará a obtenção de leituras precisas durante o trabalho.

Ergonomia

Certifique-se de que o torquímetro seja confortável de segurar e usar. Uma alça ergonômica e antiderrapante ajudará a garantir uma operação mais segura e precisa.

Durabilidade e qualidade

Verifique a qualidade do torquímetro, especialmente se você planeja usá-lo com frequência ou em ambientes desafiadores. Procure torquímetros fabricados por marcas confiáveis e com boas avaliações de qualidade e durabilidade.

Certificações e calibração

Alguns torquímetros possuem certificações e calibrações que garantem sua precisão e qualidade. Essas certificações podem ser importantes, especialmente em setores regulamentados. Verifique se o torquímetro possui certificações relevantes e se é possível calibrá-lo regularmente para manter sua precisão.

Preço

Considere seu orçamento ao escolher um torquímetro, mas lembre-se de equilibrar o custo com a qualidade e a adequação às suas necessidades. Nem sempre o torquímetro mais barato será a melhor escolha em termos de precisão e durabilidade.

Exemplos práticos da utilização de um torquímetro

O torquímetro é uma ferramenta versátil e amplamente utilizada em uma variedade de aplicações. Aqui estão alguns exemplos práticos de como um torquímetro pode ser utilizado:

Montagem de automóveis

Na indústria automotiva, o torquímetro é essencial para apertar parafusos e porcas em várias partes do veículo, como motor, transmissão, suspensão e rodas. Ele garante que os componentes estejam corretamente fixados, evitando problemas de segurança e vazamentos.

Montagem de aeronaves

Em setores aeroespaciais, o torquímetro é usado para apertar conexões críticas em aeronaves. Isso inclui montagem de motores, sistemas de controle de voo e componentes estruturais. O torque adequado nessas aplicações é crucial para garantir a integridade e a segurança das aeronaves.

Manutenção industrial

Na manutenção de equipamentos industriais, o torquímetro é utilizado para inspeção e reaperto de parafusos e porcas. Isso inclui máquinas, equipamentos de produção, sistemas de tubulação e estruturas industriais. O uso adequado do torquímetro ajuda a prevenir falhas, garantir a eficiência operacional e manter a segurança no local de trabalho.

Construção civil

Na construção de estruturas civis, como pontes, edifícios e infraestruturas, o torquímetro é usado para apertar parafusos de fixação. Isso garante a estabilidade e a resistência das estruturas, bem como a segurança dos usuários.

Setor de energia

Na indústria de energia, o torquímetro é utilizado em instalações de geração, transmissão e distribuição de energia. Ele é usado para apertar conexões elétricas, fixadores em turbinas eólicas, paineis solares, transformadores e outros equipamentos relacionados. O torque adequado nessas aplicações é crucial para garantir a segurança e o desempenho do sistema energético.

Manutenção de equipamentos eletrônicos

Em eletrônica e manutenção de equipamentos eletrônicos, o torquímetro é usado para apertar parafusos em placas de circuito, painéis de controle, dispositivos médicos, equipamentos de telecomunicações, entre outros. O torque preciso evitar danos aos componentes e garante a funcionalidade adequada dos equipamentos eletrônicos.

Quais as unidades de medidas de um torquímetro

As unidades de medida de um torquímetro podem variar dependendo do sistema de unidades utilizado. As unidades mais comuns para medir torque em um torquímetro são:

Sistema Internacional (SI)

Newton metro (Nm): É a unidade padrão do SI para torque. Representa a quantidade de torque necessária para aplicar uma força de um newton a uma distância de um metro.

Sistema Inglês

Pé-libra (lb-ft): É a unidade mais comumente usada no sistema inglês para medir torque. Representa a quantidade de torque necessária para aplicar uma força de uma libra a uma distância de um pé.

Polegada-libra (lb-in): É uma unidade alternativa usada no sistema inglês para medir torque. Representa a quantidade de torque necessária para aplicar uma força de uma libra a uma distância de uma polegada.

Perguntas e Respostas sobre Torquímetros de Estalo, Vareta e Digital

Pergunta 1: Como funciona um torquímetro de estalo?

Resposta: Um torquímetro de estalo funciona com base em um mecanismo de catraca interna. Quando o torque pré-definido é atingido, o mecanismo de catraca é acionado, produzindo um “clique” audível e/ou sensível ao toque. Isso indica que o torque desejado foi alcançado.

Pergunta 2: Quais são as principais vantagens de um torquímetro de estalo?

Resposta: As principais vantagens de um torquímetro de estalo são a simplicidade de operação, o custo relativamente baixo, a durabilidade e a confiabilidade. Além disso, a detecção tátil ou sonora do ponto de estalo torna fácil para o operador identificar quando o torque foi alcançado.

Pergunta 3: Como funciona um torquímetro de vareta?

Resposta: Um torquímetro de vareta, também conhecido como torquímetro de clique ou de mola, possui uma haste flexível que se deforma à medida que o torque é aplicado. O operador lê o valor de torque em uma escala graduada na haste, onde a deformação indica a força de torção.

Pergunta 4: Quais são as principais vantagens de um torquímetro de vareta?

Resposta: As principais vantagens de um torquímetro de vareta são sua simplicidade, facilidade de uso e custo acessível. Além disso, não há peças internas móveis ou mecanismos complexos, o que torna o torquímetro de vareta mais durável e menos suscetível a falhas.

Pergunta 5: Como funciona um torquímetro digital?

Resposta: Um torquímetro digital utiliza sensores de medição eletrônicos para medir o torque aplicado. O torque é convertido em um sinal elétrico, que é processado e exibido em um visor digital. Alguns modelos também oferecem recursos adicionais, como registro de dados e conectividade com dispositivos externos.

Pergunta 6: Quais são as principais vantagens de um torquímetro digital?

Resposta: As principais vantagens de um torquímetro digital são a alta precisão de medição, a capacidade de leitura clara e fácil em um visor digital, a possibilidade de registro de dados para análise posterior e a capacidade de se conectar a sistemas de gerenciamento de dados ou softwares para facilitar o controle de qualidade.

Precisa de Informações?