10X Sem Juros ou Locação

Altíssimo Rendimento e Precisão!

Balanceamento estático e Dinâmico em rodas de Automóveis, caminhonetes e utilitários leves. Medição automática de distância (Consulte os modelos). Cores personalizáveis!

KMC é a Melhor Escolha para o seu Negócio!

As vantagens das Balanceadoras de Rodas KMC

Brapidez da balanceadora de rodas

Rapidez

Ciclos de medição entre 05 a 08 segundos e dispositivos de fixação de rodas com rosca rápida.

precisao da balanceadora de rodas kmc

Precisão

Precisão de leitura de 01 grama, com programa de autocalibração do operador.

robustez balanceadora de rodas kmc

Robustez

Suporta conjuntos roda/Pneu com até 65Kg.

Versatilidade balanceadora de rodas kmc

Versatilidade

Possibilidade de balanceamento em aros grandes, até 24 polegadas

Especificações Técnicas

Composição do equipamento

Orçamento sem Compromisso

Modelos de Balaceadoras de Rodas KMC

Balanceadora de Rodas

Uma balanceadora de rodas é uma máquina utilizada para medir e ajustar o equilíbrio das rodas de um veículo. Ela é composta basicamente por uma plataforma onde é colocada a roda do veículo e sensores que medem a distribuição de peso na roda. A balanceadora de rodas é capaz de identificar desequilíbrios e indicar onde colocar pesos para equilibrar a roda.

O balanceamento das rodas é importante porque desequilíbrios podem causar vibrações na direção e no volante, o que pode afetar a segurança do motorista e causar desgaste prematuro nos pneus e na suspensão. Além disso, o balanceamento também pode melhorar a dirigibilidade e aumentar a eficiência do combustível.

A balanceadora de rodas é uma ferramenta essencial para qualquer oficina de reparação de veículos, pois permite que os mecânicos trabalhem com precisão e eficiência, garantindo que as rodas estejam balanceadas corretamente. Além disso, é importante para a manutenção preventiva de veículos para prolongar a vida útil dos pneus e garantir a segurança do motorista.

Um equipamento fundamental que não pode faltar mais é o alinhador 3D, responsável por efetuar correções no alinhamento e geometria do veículo com precisão e velocidade. Uma tarefa de segurança que deve ser relevante para garantir a vida útil do veículo e a integridade física de todos os passageiros e pessoas ao redor. Porém, antes de investir em um equipamento como esse, devemos tomar alguns cuidados iniciais e importantes, afinal o barato pode sair caro a médio prazo.

Os tipos de balanceadoras de rodas

Existem basicamente dois tipos de balanceadoras de rodas: as mecânicas e as eletrônicas.

As balanceadoras de rodas mecânicas são as mais simples e tradicionais. Elas usam uma plataforma para suportar a roda e braços com sensores que medem o desequilíbrio. Esses modelos são geralmente mais baratos e fáceis de operar, mas podem ser menos precisos do que as balanceadoras eletrônicas.

Já as balanceadoras de rodas eletrônicas são mais avançadas e precisas. Elas usam sensores eletrônicos para medir o desequilíbrio, geralmente possuem display para exibir os resultados da medição. Esses modelos são mais caros, mas oferecem maior precisão e funcionalidades adicionais, como a capacidade de medir a geometria da roda.

Além disso, algumas balanceadoras de rodas também oferecem recursos adicionais, como a capacidade de medir a desbalanceamento dinâmico, que é quando a roda apresenta desequilíbrio em diferentes velocidades.

Ao escolher uma balanceadora de rodas, é importante considerar as necessidades da sua oficina e o tipo de veículo que você costuma trabalhar. Se você trabalha com um volume alto de veículos, pode ser uma boa ideia investir em uma balanceadora eletrônica, enquanto se você trabalha com um volume menor de veículos, uma balanceadora mecânica pode ser suficiente.

Quando se trata do alinhador 3D fabricado no Brasil , com os padrões de veículos nacionais, como é o caso da KMC, apresentam muitas vantagens e podem ser uma solução melhor para o seu AutoCenter. Por isso de preferência a um alinhador 3D que se preocupe com o mercado nacional, que possua peças disponíveis no Brasil para reparos rápidos, que tenha estrutura para garatias e suportes especializados de imediato, podendo ser remotamente ou presencialmente em sua oficina, que tenha um carinho especial pelos carros nacionais e um banco de dados completo com softare sempre atualizado para nunca deixar nenhum cliente na mão. Esse é o caso das máquinas KMC com 15mil unidades vendidas para concessionárias, oficias e autocenters de grande, médio e pequeno portel. Também somos a escolha preferida das montadoras. Não é atoa que conquistamos a homologação oficial das concessionárias BYD e Volkswagen para nossos alinhadores 3D.

Como usar uma balanceadora de rodas

O processo de balanceamento de rodas é simples e pode ser realizado por qualquer mecânico capacitado. O primeiro passo é remover a roda do veículo e posicioná-la na balanceadora. Em seguida, os sensores da balanceadora medem a distribuição de peso na roda e indicam onde colocar pesos para equilibrá-la.

Certifique-se que a roda esteja bem centralizada na balanceadora, para que as medições sejam precisas. Em seguida, a balanceadora irá indicar a posição em que os pesos devem ser colocados e o quanto de peso deve ser colocado em cada posição.

Siga todas as instruções da balanceadora e coloque os pesos nas posições indicadas para garantir que a roda esteja balanceada corretamente. Após isso, é recomendado fazer um teste de condução com o veículo para certificar-se de que não há mais vibrações ou outros problemas relacionados ao desequilíbrio.

Não se esqueça de registrar os resultados da medição e realizar verificações regulares, para garantir que a roda continue balanceada e evitar problemas futuros relacionados ao desequilíbrio.

Cuidados e manutenção para a balanceadora de rodas

Manter uma balanceadora de rodas em boas condições é essencial para garantir precisão e segurança nas medições e ajustes realizados. Alguns passos importantes incluem:

  • Limpeza regular: é importante limpá-la regularmente, removendo qualquer sujeira ou detritos que possam ter acumulado na plataforma ou nos sensores.
  • Verificações de níveis: verificar níveis de óleo e lubrificante e adicionar se necessário.
  • Calibração: é importante calibrar a balanceadora regularmente para garantir que as medições sejam precisas.
  • Reparos: quando necessário, realizar reparos nas partes danificadas ou desgastadas da balanceadora.
  • Manutenção preventiva: realizar uma manutenção preventiva para identificar e resolver problemas antes que eles se tornem graves.

Portanto, mantenha registros precisos da manutenção realizada e de quaisquer reparos efetuados, para que você possa rastrear quando a próxima manutenção preventiva será necessária.

A importância do balanceamento de rodas

O balanceamento das rodas é crucial para garantir a segurança do motorista e prolongar a vida útil dos pneus. Quando as rodas estão desequilibradas, elas podem causar vibrações na direção e no volante, o que pode afetar a segurança do motorista e causar desgaste prematuro nos pneus e na suspensão. Além disso, o desequilíbrio pode causar um desgaste desigual nos pneus, o que pode resultar na necessidade de substituí-los mais cedo do que o previsto.

Além disso, o balanceamento das rodas também pode melhorar a dirigibilidade do veículo, tornando-o mais fácil de controlar e garantindo que ele seja mais estável ao dirigir em altas velocidades ou em condições adversas. Isso pode aumentar a segurança do motorista e dos passageiros.

Outro benefício do balanceamento das rodas é a melhoria da eficiência do combustível. Quando as rodas estão desequilibradas, elas exigem mais esforço do motor para mantê-las girando, o que pode resultar em consumo de combustível elevado.

Concluindo, o balanceamento das rodas é crucial para garantir a segurança do motorista, prolongar a vida útil dos pneus, melhorar a dirigibilidade do veículo e melhorar a eficiência do combustível. 

Como escolher a balanceadora de rodas ideal para a sua oficina

Ao escolher uma balanceadora de rodas, considere as necessidades da sua oficina e o tipo de veículo que você costuma trabalhar. Se você trabalha com um volume alto de veículos, pode ser uma boa ideia investir em uma balanceadora eletrônica, enquanto se você trabalha com um volume menor de veículos, uma balanceadora mecânica pode ser suficiente.

É importante considerar se você trabalha com veículos de diferentes tipos e tamanhos, como carros, caminhões, motos, etc. Algumas balanceadoras são projetadas para trabalhar com rodas de diferentes diâmetros e tipos de veículos, enquanto outras são projetadas para trabalhar apenas com rodas de carros.

Outra coisa a considerar é a precisão e a facilidade de uso da balanceadora. Algumas balanceadoras são mais precisas do que outras, e algumas são mais fáceis de operar do que outras. É importante escolher uma balanceadora que seja fácil de usar e que ofereça resultados precisos.

Também temos que levar em conta o custo-benefício da balanceadora. Enquanto algumas balanceadoras podem ser caras, elas podem oferecer recursos adicionais, como a capacidade de medir a geometria da roda, e serem mais precisas e duráveis do que as opções mais baratas.

Precisa de Informações?